15.11.2018 | 10h01

Medo de caça às bruxas

Diplomatas que exerceram cargos de livre provimento nos governos do PT –por requisição da Presidência– manifestam nos bastidores temor de serem carimbados como “petistas” e alvo de uma caça às bruxas com a nova configuração do Itamaraty de Jair Bolsonaro, que afirmou que pediu ao futuro chanceler, Ernesto Araújo, que promova uma “regeneração” da instituição.

Muitos desses diplomatas não têm nenhuma identificação ideológica com o PT e eram críticos à política da dupla Celso Amorim e Samuel Pinheiro Guimarães, mas ocuparam cargos no Planalto –como acontece em todo governo. / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO