31.03.2018 | 12h01

Medidas econômicas em risco?

A nova crise política que afeta Michel Temer poderá ter reflexos sobre as medidas econômicas que o governo pretendia implementar, segundo a análise da colunista Adriana Fernandes, do Estadão.

Na sua visão, a agenda econômica com maior risco de ser atingida “será a de infraestrutura, concessões e privatizações”. Com as investigações rondando o presidente, as medidas regulatórias para o setor podem ter o mesmo destino da reforma da Previdência. Ou seja, ficarem para 2019.

 


Mais conteúdo sobre:

Michel Temer
VOLTAR PARA O ESTADÃO