23.07.2018 | 11h01

Marun se diz arrependido de insulto a Ciro

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun,  se diz arrependido de ter chamado Ciro Gomes, candidato à Presidência pelo PDT, de “débil mental” num grupo de WhatsApp. Segundo o Estadão, Marun divulgou nota na noite de domingo, 22, para se retratar pelo insulto a Ciro. Na nota, ele afirma que a mensagem, enviada a parlamentares do MDB e ao pré-candidato do partido Henrique Meirelles, tratava de posições pessoais que ele deseja discutir com o partido.

“Admito que se soubesse que as mesmas se tornariam públicas não teria utilizado o termo ‘débil mental’ em relação ao Sr. Ciro Gomes, por reconhecer que, independentemente de minhas posições pessoais, um candidato a presidente da República deve ser publicamente tratado com maior respeito”, afirmou Marun./ J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO