15.07.2018 | 13h19

Marun diz que está sofrendo retaliações

Suspeito de ajudar sindicatos em troca de suposto favorecimento político, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse que a investigação é uma retaliação contra ele.

“Na verdade, estão usando o fato de me predispor a atender com atenção os pleitos que me chegam de Mato Grosso do Sul para tentar retaliar e enfraquecer o ministro que questiona abertamente os abusos de autoridade praticados, especialmente no inquérito dos Portos”, afirmou em nota, referindo-se ao inquérito da PF contra Michel Temer.

“Que interesse político, se ao aceitar ser ministro imediatamente declarei que não disputaria as eleições? Que vantagem indevida buscaria eu junto a Sindicatos que reúnem servidores da Justiça Federal e do Ministerio Público? Espero que o pedido de inquérito que protocolei na PF e na PGR seja tratado com seriedade para que a verdade sobre estas ofensas mentirosas seja realmente esclarecida”, acrescentou. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

Carlos Marun
VOLTAR PARA O ESTADÃO