03.08.2018 | 18h19

Marta explica saída de cena

Após pedir a desfiliação do MDB (e consequentemente não concorrer ao Senado), Marta Suplicy emitiu uma carta explicando suas razões. A senadora diz que o Congresso não está”a favor das causas progressistas, fundamentais para o avanço da sociedade” e que a relação com o executivo é puro “toma lá dá cá”, “afrontando todos os padrões de dignidade e honradez da sociedade”.

“Esse sistema faliu e precisa ser, urgentemente, reformado”, disse. “Creio que poderei contribuir mais para mudanças atuando na sociedade civil do que continuando no parlamento. Permanecerei participando politicamente da vida pública brasileira”, afirmou. Leia na íntegra a carta no blog da Eliane Cantanhêde, no Estadão.


Notícias relacionadas

Mais conteúdo sobre:

marta suplicyMDB
VOLTAR PARA O ESTADÃO