11.09.2018 | 13h29

Marina sem reforço na segurança

A presidenciável Marina Silva (Rede) criticou o discurso do uso da violência como resposta à violência e afirmou que não vai pedir reforço em sua segurança nem vai deixar de fazer campanha na rua, segundo o Valor.

“A melhor forma de se sentir seguro é não incitando  ódio. Prefiro sofrer uma injustiça do que praticar uma injustiça”, afirmou a candidata.


VOLTAR PARA O ESTADÃO