06.10.2018 | 18h54

Marina prega contra ‘voto do fígado’

Mesmo desidratada nas pesquisas de intenção de voto, Marina Silva fez ainda um derradeiro movimento para defender que o eleitor dê o voto para quem acredita em vez de apenas tentar rejeitar o lado que lhe desagrada.

“Não se vai dar o voto do fígado, se dará o voto de coração: do coração de um Brasil que clama para que a gente pare com a polarização. Já sofremos muito com a polarização PT e PSDB, que nos trouxe para o fundo do poço. Agora ela está mais agravada. As pessoas não podem votar porque têm medo ou têm raiva”, disse. /M.M.

 


Mais conteúdo sobre:

Marina
VOLTAR PARA O ESTADÃO