18.09.2018 | 06h27

Marina peita Mourão

Marina Silva usou as redes sociais para chamar de “afronta” a mais nova declaração do general da reserva Hamilton Mourão, que disse em reunião no Secovi, em São Paulo, que famílias comandadas por mães e avós são “fábricas de elementos desajustados” prontos para serem recrutados pelo narcotráfico.

“É uma afronta chamar de desajustados os filhos de 11,6 milhões de mulheres que chefiam lares. Elas enfrentam sozinhas todas as dificuldades para dar um futuro a filhos e netos”, disse a candidata em seu Twitter. “É da valentia dessas mães e avós que nasce o milagre da sobrevivência de milhões de pessoas”, completou.


VOLTAR PARA O ESTADÃO