07.09.2018 | 08h43

Marina pede que “violência não tome conta de nós mesmos’

Algumas horas após ter condenado o atentado contra Jair Bolsonaro, Marina Silva postou em suas redes sociais um vídeo sobre o caso. Ela novamente manifesta solidariedade ao deputado, pede providências das autoridades para que os culpados sejam punidos e faz um apelo para que o caso de violência contra o candidato do PSL não gere outros ataques.


“Quero pedir a todos: vamos impedir que a violência tome conta de nosso País começando por não permitir que ela tome conta de nós mesmos. Nossos sentimentos, nossas palavras e nossos atos devem ser para manter a paz, confiar na Justiça. Que Deus acalme nosso corações”, disse.

VOLTAR PARA O ESTADÃO