15.03.2019 | 09h56

Marina fala em ‘crise civilizatória’

Ao lamentar as duas tragédias ocorridas nesta semana – a tragédia em Suzano e o ataque a duas mesquitas na Nova Zelândia – a ex-candidata à Presidência Marina Silva disse nesta sexta-feira, 15, que este é um momento de “total perplexidade.”


“Assim como em Suzano, a barbárie na Nova Zelândia entristece e estarrece toda a humanidade e dispara mais uma vez o alarme da crise civilizatória. Peço a Deus que nos dê forças para superar esse momento tão difícil de ódio e banalização do mal”, escreveu Marina no Twitter.

VOLTAR PARA O ESTADÃO