23.10.2018 | 20h20

Marina critica a volta do toma lá dá cá

Um dia depois de reaparecer no cenário politico, declarando apoio crítico a Fernando Haddad no segundo turno, Marina Silva criticou as negociações que já estariam sendo feitas entre o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, com aliados de Jair Bolsonaro para se reeleger para o cargo. Em troca, Maia poderia acelerar a discussão da revisão do estatuto do desarmamento.

“O toma lá dá cá sobre a sucessão da Mesa Diretora da Câmara já está a todo vapor. A sociedade está pagando o alto preço de 13 milhões de desempregados, mas a agenda prioritária é pró-armas. E a Saúde? E a Educação? Os sinais são muito preocupantes”, disse Marina. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

Marina
VOLTAR PARA O ESTADÃO