20.11.2018 | 10h39

Marina contra ‘Plano Guedes’ de privatização

Sempre criticada por “desaparecer” depois de cada eleição, Marina Silva parece ter mudado de postura depois de ter conseguido apenas 1% dos votos na corrida para o Planalto. Ativa nas redes sociais desde a derrota, a ex-ministra do Meio Ambiente voltou suas baterias contra o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, a quem atribui um plano de privatizar empresas de peso, como a Petrobras. Para Marina, a indicação de Roberto Castello Branco para presidir a empresa faz parte dessa estratégia de futura venda da estatal.

“Roberto Castello Branco na presidência da Petrobrás é parte do “Plano Guedes” de privatização da empresa, contrariando a expectativa dos brasileiros de valorização e gestão técnica e eficiente desse patrimônio que deve estar a serviço dos interesses do País”, diz Marina. /M.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO