14.07.2018 | 08h10

Marina contra o Centrão

Enquanto a maioria dos candidatos tenta desesperadamente atrair o apoio político do Centrão, Marina Silva (Rede) preferiu bater no grupo. Marina disse apostar na população para conter a influência política do bloco.

“Entrei nessa campanha literalmente para oferecer a outra face. Para a face da violência, entramos com a cultura de paz. Para a face da mentira, a verdade. E, para a face do Centrão, apostar na população”, disse Marina, ao participar na noite de sexta de debate organizado pelo movimento Reforma Brasil, que é liderado pela Primeira Igreja Presbiteriana Independente de São Paulo.


Mais conteúdo sobre:

Marina Silva
VOLTAR PARA O ESTADÃO