27.08.2018 | 06h13

Marina cai entre evangélicos

Marina Silva (Rede) perdeu espaço no eleitorado evangélico em relação ao que costumava ter nas pesquisas de 2014. Ela tem 12% junto a esse público na última pesquisa Ibope Estadão/Globo. Há quatro anos, esse percentual chegou a ser de 43%, doze pontos percentuais a mais que entre os católicos. Hoje, o eleitorado evangélico está majoritariamente com Jair Bolsonaro (PSL), mostra a pesquisa, conforme registra reportagem do Estadão.


VOLTAR PARA O ESTADÃO