01.08.2018 | 22h50

Marília Arraes promete briga

Após dizer que o acordo do PT com o PSB “não era verdade”, a petista Marília Arraes deu uma entrevista coletiva para dizer que “respeita a decisão da Executiva Nacional”, mas que irá recorrer da decisão. Ela promete lutar para que o partido lance candidatura própria ao governo de Pernambuco e convocou “os 300 delegados da agremiação para votar contra a aliança com Paulo Câmara.

“Lula deu todos os sinais (de que apoia a candidatura própria do PT em Pernambuco) antes e depois da prisão. Inclusive mandou recados públicos por pessoas idôneas que não colocariam palavras na boca do presidente”, disse.


VOLTAR PARA O ESTADÃO