21.03.2018 | 14h12

Marco Aurélio Mello cobra atitude de Cármen Lúcia

Relator das ações no Supremo Tribunal Federal (STF) relacionadas à prisão em segunda instância, o ministro Marco Aurélio Mello criticou nesta quarta-feira, 21, a presidente da Corte, Cármen Lúcia, por não pautar as ações.

“A ação tem que ter dia designado. Não há possibilidade de apreciação abrupta. O que está em jogo é se é possível ou não sentar-se em cima de um processo porque, uma vez apreciado, poderá ser decidido assim ou assado”, disse ao Estadão/Broadcast Político, nesta quarta-feira, Marco Aurélio. A informação é de Breno Pires e Amanda Pupo.


Mais conteúdo sobre:

Cármen LúciaMarco Aurélio Mello
VOLTAR PARA O ESTADÃO