21.03.2018 | 08h08

Marco Aurélio deve colocar o guizo em Cármen

A insatisfação no STF com a forma como a presidente Cármen Lúcia conduz a (não) discussão sobre a prisão após condenação em segunda instância é generalizada, mas poucos são os dispostos a confrontá-la diretamente. Diante da recusa de Celso de Mello em fazê-lo, a missão deve ficar para Marco Aurélio Mello, que falou na terça à noite com a colunista Monica Bergamo, da Folha, e depois confirmou ao Estadão que pode apresentar uma questão de ordem na sessão plenária desta quarta.


Mais conteúdo sobre:

STFsegunda instânciaprisão do lula
VOLTAR PARA O ESTADÃO