22.05.2018 | 23h11

Maluf de novo condenado

O nome do deputado afastado Paulo Maluf esteve mais uma vez na pauta do STF. E repetiu sua última passagem pela Corte. A primeira turma do Supremo condenou o político a dois anos e nove meses de prisão domiciliar, além de multa pelo crime de caixa dois na campanha de 2010.

Maluf já está em prisão domiciliar por ser considerado culpado por lavagem de dinheiro enquanto era prefeito de São Paulo.


Notícias relacionadas

Mais conteúdo sobre:

Paulo Maluf
VOLTAR PARA O ESTADÃO