09.09.2018 | 13h04

Malan: ‘Nunca o Brasil precisou tanto de um reformista’

O ex-ministro da Fazenda Pedro Malan diz, em artigo publicado no Estadão neste domingo, 9, que o Brasil nunca precisou tanto de um presidente que enfrente para valer o gravíssimo problema das contas públicas do País. Malan cita Delfim Netto, também ex-ministro da Fazenda, para resumir o desafio: “A despesa primária do governo cresce em torno de 5% ao ano, enquanto o PIB cresce a 2,4%. Todo o resto é chantili!”.

“Talvez nunca tenha sido tão importante o voto informado e consciente dos que não acreditam em messianismos salvacionistas, em voluntarismos extremados, tampouco em puros exercícios de “autoridade” como solução para problemas da complexidade dos nossos”, diz Malan. “Nunca na nossa História recente o Brasil precisou tanto de um candidato reformista, de centro, aberto ao diálogo, honesto, experiente e que não tenha ou venda ilusões.” / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO