20.11.2018 | 14h06

Malafaia: ‘Agenda religiosa não é prioridade’

O pastor Silas Malafaia afirmou que os evangélicos não estão preocupados com a “pauta moral” defendida pelo governo Bolsonaro. “Ele foi eleito pelo discurso de combate à corrupção e ao crime organizado, para enxugar a máquina. As prioridades são emprego, violência, desburocratização. Não é a agenda religiosa”, disse ele ao Estadão.

O líder da igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo acrescenta: “Mas os evangélicos não estão preocupados com a agenda de costumes. O evangélico também está desempregado, toma tiro no assalto, está desesperado”.

 


Mais conteúdo sobre:

evangélicosSilas Malafaia
VOLTAR PARA O ESTADÃO