27.11.2018 | 17h58

Mais na conta de Estados e municípios

A Consultoria de Orçamento da Câmara dos Deputados calculou em R$ 2,4 bilhões o impacto sobre as contas de Estados e municípios com o reajuste salarial dos ministros do STF. “Isso porque existem normativos que vinculam remunerações nesses entes federativos aos salários dos ministros do Supremo”, informa a Casa.

Os dois entes têm pressionado o Legislativo e Executivo a favor de um novo pacto federativo menos asfixiante para eles que o atual.


Mais conteúdo sobre:

reajusteSTFpacto federativo
VOLTAR PARA O ESTADÃO