12.01.2019 | 20h31

Mais 60 dias para descobrir quem é o ‘Glutão’

Raquel Dodge, procuradora-geral da República, Raquel Dodge, quer que o Supremo Tribunal Federal conceda mais 60 dias de prazo para que a Polícia Federal consiga identificar quem é o “Glutão”. Segundo informa o G1, o codinome aparece como sendo um suposto destinario de propina que teria sido paga pela Odebrecht.

A busca pelo “Glutão” foi revelada em dezembro pelo blog de Andreia Sadi. E o personagem faz jus ao apelido, já que teria recebido uma propina de R$ 3 milhões da empreiteira, em maio de 2012.

 

 

Mais conteúdo sobre:

OdebrechtGlutão
VOLTAR PARA O ESTADÃO