24.03.2018 | 17h22

Maia tenta se distanciar ao máximo de Temer

Em encontro do Democratas na sexta-feira, 23, Rodrigo Maia insistiu veementemente em seu distanciamento de Michel Temer. “Submissão e ser refém do jogo político do MDB não me interessam”, disse o pré-candidato, segundo reportagem da Folha de S. Paulo.

O presidente da Câmara ainda disse que boa parte da culpa pela “situação de radicalismo” entre PT e MDB no plenário se deve à insistência pelo impeachment de Dilma e afirmou que nunca foi grande aliado de Temer. “Não me interessa fazer parte desse círculo, desse projeto onde você é obrigado a aceitar o que o entorno do Michel quer.”


Mais conteúdo sobre:

Rodrigo MaiaMichel TemerMDB
VOLTAR PARA O ESTADÃO