14.03.2018 | 07h49

Maia se une ao PT para fustigar Temer

Na minha coluna de hoje, informo que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), não se furtou a fechar uma inusitada aliança com o PT para fustigar o presidente Michel Temer e barrar sua proposta de alteração no Bolsa Família, que passaria a se chamar Bolsa-Dignidade.

Maia critica a mudança no programa por medida provisória e deve apresentar uma proposta alternativa de “porta de saída” para o benefício, chamada Seguro Social, com uma parte variável de acordo com a evolução escolar dos filhos dos beneficiários. / V.M.


Mais conteúdo sobre:

Rodrigo MaiaBolsa Família
VOLTAR PARA O ESTADÃO