26.02.2019 | 14h10

Maia: ‘Se fosse votar hoje na CCJ, perderia’

Para o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) o debate sobre quando a reforma da Previdência será votada é secundário. “Data é uma coisa que gera uma expectativa completamente sem foco no objetivo que é garantir os 308 votos”, disse o deputado ao ser perguntado sobre qual seria o timing ideal para votação da proposta no plenário da Câmara.

“Se fosse votar hoje na CCJ, perderia”, afirmou o deputado. “Vamos dar tempo ao tempo para que as coisas se organizem e para que 15 dias não representem uma derrota da reforma”, disse nesta terça-feira, 26, durante fala em evento para o mercado financeiro promovido pela BTG Pactual.

 

 

VOLTAR PARA O ESTADÃO