24.03.2018 | 08h08

Maia, que odeia MP, vai barrar a do Rio?

O discurso de independência do pré-presidenciável Rodrigo Maia em relação ao governo, que tem na insurreição contra medidas provisórias um de seus pilares, terá um bom teste em breve. Michel Temer vai mandar por MP a liberação de R$ 1,2 bilhão para a intervenção federal no Rio, terra dos Maia. Incluiu, inclusive, os R$ 200 milhões que a Câmara economizou e Maia “devolveu” ao Executivo.

Maia vai barrar essa MP também? Claro que não. E a explicação fica até fácil para ele: vai dizer que a intervenção é, finalmente, um caso de “urgência e relevância” para justificar a edição de uma MP. /V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO