04.04.2018 | 06h25

Maia prega ‘serenidade’ para unir o país

Do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), sobre a declaração do comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, em repúdio à impunidade:

“Em momentos de turbulência, quando setores da sociedade se posicionam de diferentes formas, não se deve questionar o respeito à Constituição. Cada órgão do Estado deve seguir exercendo suas funções nos limites estabelecidos por ela. É hora de buscar a união do país com serenidade”. / V.M.


Mais conteúdo sobre:

exércitoRodrigo Maia
VOLTAR PARA O ESTADÃO