02.03.2019 | 08h44

Maia, o articulador

Diante dos tropeços do governo na articulação política e da grande quantidade de neófitos na base governista no Congresso, sobrou para Rodrigo Maia o papel de coordenar a votação da reforma da Previdência. Miriam Leitão escreve sobre o papel assumido pelo presidente da Câmara em sua coluna neste sábado, a partir de uma entrevista com o deputado para a GloboNews. Na entrevista, Maia reforça que o DEM não é da base do governo, duvida da possibilidade de se construir uma coalizão por cima dos partidos e critica gestos de Jair Bolsonaro como o elogio a ditadores como Alfredo Stroessner, dizendo que ele fala para um “nicho” quando faz isso, defende valores negativos e não colhe nenhum benefício para o seu governo.


VOLTAR PARA O ESTADÃO