15.04.2018 | 16h01

Maia: Nenhuma surpresa

“Nenhuma surpresa. Sem Lula, a indefinição aumenta”, avaliou Rodrigo Maia, que se manteve com 1% das intenções de voto em pesquisa Datafolha divulgado neste domingo.

Ele afirmou ao Broadcast Político que não esperava melhorar seu desempenho. “Não esperava. A agenda das últimas três ou quatro semanas foi Lula e seu entorno. E o prazo de filiações (que acabou em 7 de abril) parou tudo”, alegou o presidente da Câmara.


Mais conteúdo sobre:

Rodrigo Maia
VOLTAR PARA O ESTADÃO