09.11.2018 | 15h38

Macron ressuscita Pétain

O presidente francês Emmanuel Macron, cultuado no Brasil por candidatos políticos ao posto de “novo”, “anticorruptos” e “apolíticos”, já não encanta mentes e corações, narra o colunista Gilles Lapouge, no Estadão. Andou inflando o nome do controvertido herói francês, o marechal Pétain, nesses tempos de comemoração dos 100 anos do fim da 1ª Guerra.

“O marechal organizou a colaboração com Hitler. Macron queria evocar esta página ainda maculada da história da França, evocar a figura de Pétain, herói de 1917 e colaborador de 1940. Uma acrobacia dialética que Macron não temia tentar – e deu de cara no chão”, escreve.


Mais conteúdo sobre:

marechal PétainEmmanuel Macron
VOLTAR PARA O ESTADÃO