19.05.2019 | 17h36

Lupi na tarefa de convencer Tabata

O entusiasmo do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, pelo plano de transformar a jovem deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) em prefeita de São Paulo, em 2022, só cresce. De origem humilde, mas financiada com passagem por Havard, onde recebeu uma bolsa de estudo, a parlamentar está na boca da classe política tanto por ter enquadrado o ex-ministro Vélez Rodríguez como também, olhando da esquerda, pela defesa que ela faz da reforma da Previdência, contra a qual estão os principais partidos da ala progressista, podendo também ser a posição do partido dela.

“Eu defendo a candidatura dela porque é uma maneira de o partido ter uma cara nova na cidade mais populosa do país. Ela ainda está insegura. Não está muito à vontade com essa hipótese. Mas é uma coisa que nós vamos tratar mais à frente”, disse ele, neste domingo, 19, ao Globo.


VOLTAR PARA O ESTADÃO