12.09.2018 | 13h48

Lula sem votar na carceragem da PF

O TRE do Paraná negou pedido de Lula para votar da carceragem da Polícia Federal, em Curitiba nestas eleições, segundo reportagem do Estadão. A decisão do desembargador Luiz Taro Oyama, presidente da Corte, é de 30 de agosto, mas só anunciada agora.

Oyama disse que, para se instalar uma seção eleitoral especial para presos, deve haver no mínimo 20 pessoas aptas a votar no local, com títulos eleitorais devidamente transferidos para a seção eleitoral a ser montada na unidade penitenciária até o prazo máximo de 23 de agosto. Só que, de acordo com informações da PF, dos 20 presos provisórios que estavam lá na ocasião, 12 aguardavam vaga no sistema penitenciário e já estariam transferidos em 7 de outubro, enquanto outros oito aguardavam definição judicial para remoção, dos quais apenas Lula manifestou a intenção de votar. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO