24.03.2018 | 07h20

Lula abre a ‘porta da esperança’ no STF

Advogados de condenados em segunda instância, da Lava Jato ou não, aguardam ansiosamente a decisão do STF no habeas corpus do ex-presidente Lula. Caso ele obtenha o benefício, haverá uma fila no STF para pedir a extensão da decisão.

De acordo com juristas ouvidos pelo Estadão a forma como o STF conduz o caso do ex-presidente ainda abre outros caminhos para defensores de condenados, uma espécie de “porta da esperança”: consolida o entendimento de que HC é um instrumento eficaz para evitar prisões iminentes e incentiva advogados a buscarem liminares em HCs. /V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO