31.08.2018 | 06h32

Lula gera divisão no TSE

O rito a ser adotado para julgar o registro de candidatura do ex-presidente Lula divide a cúpula do TSE. O Estadão informa que, enquanto o relator Luís Barroso quer uma solução mais rápida para o impasse que condiciona a eleição presidencial, a presidente da Corte, Rosa Weber, quer que sejam respeitados todos os prazos. A sessão extraordinária marcada para esta sexta-feira pode expor essa divisão no debate entre os sete ministros do TSE.


VOLTAR PARA O ESTADÃO