08.09.2018 | 08h17

Lula, de novo, atrás da Segundona

Na enésima ação impetrada no STF, a defesa de Lula apresentou nesta sexta-feira, 7, um novo recurso contra a decisão do ministro Edson Fachin de negar a suspensão da inelegibilidade do petista, com base no que eles chamam de “liminar” do Comitê de Direitos Humanos da ONU.

Segundo a revista Veja, os advogados do ex-presidente pedem que o recurso seja analisado pela Segunda Turma do STF, formada pelos ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello, além de Fachin. Como em pedidos anteriores, porém, a decisão de enviar para a Turma ou para o Plenário caberá ao próprio Fachin, relator da Lava Jato no STF. / J.F.


Mais conteúdo sobre:

LulaSTFEdson Fachinsegunda turma
VOLTAR PARA O ESTADÃO