04.07.2018 | 21h50

Lula culpa ‘judicialização da política’ por prisão de Correa

Não é só a Justiça brasileira que tem sido alvo das críticas de Lula, preso em Curitiba acusado de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá. Nesta quarta-feira, 4, o petista manifestou seu apoio ao ex-presidente do Equador, Rafael Correa, que seguindo o exemplo do brasileiro, teve um mandado de prisão expedido pela Justiça de seu país.


Lula enviou uma carta para o “companheiro” justificando a decisão da justiça do Equador como uma “tentativa de tirar do povo o direito de decidir sobre o destino” dos dois países. “Soube que você também, de forma tão absurda como fazem comigo, é vítima da judicialização da política, em que alguns juízes querem nos desqualificar enquanto dirigentes políticos”, escreveu Lula em carta enviada para o equatoriano. Correa é investigado pelo sequestro do ex-parlamentar Fernando Balda.

VOLTAR PARA O ESTADÃO