23.03.2018 | 10h14

Lula aposta em sua ‘liderança messiânica’

O professor de História da Universidade Federal Fluminense, Daniel Aarão Reis, faz uma análise da persona no atual contexto político, no Valor desta sexta-feira, 23: “Acossado, ameaçado de não poder participar do próximo pleito, e até mesmo de prisão, Lula reinvestiu todas as suas fichas no que ele tem de mais singular: a capacidade de comunicação, o carisma, a liderança messiânica”.

“Lula daria uma grande contribuição às causas populares se retirasse sua candidatura e passasse a apoiar uma outra liderança não tão comprometida, e que fosse capaz, ao mesmo tempo, de liderar o PT num processo de profunda autocrítica, ou, como querem alguns petistas, num processo de reinvenção”, diz Aarão Reis, respeitado pesquisador da esquerda no Brasil que atuou na luta armada contra a ditadura militar.

 


Mais conteúdo sobre:

LulaDaniel Aarão Reis
VOLTAR PARA O ESTADÃO