12.09.2018 | 15h30

Lisboa e as ‘divergências’ com o PT

Marcos Lisboa está com o nome colocado na prateleira como um passaporte do PT de volta aos salões do mercado e do empresariado. O diretor do Insper tem sido citado como possível ministro da Fazenda num eventual governo Fernando Haddad. E o que Lisboa, que foi secretário de Política Econômica na equipe de Antonio Palocci, no primeiro governo Lula, e convidou Haddad para ser professor no Insper tem a dizer a respeito?

“Tenho profundas divergências com o programa econômico do PT, já explicitadas em artigos e num debate público com o próprio Fernando. Isso não impede que conversemos, assim como converso com muita gente. Nunca houve nenhuma conversa sobre ministério, isso não existe”, me disse o economista nesta quarta-feira. / Vera Magalhães


VOLTAR PARA O ESTADÃO