28.04.2018 | 23h01

Liberalismo em xeque

O liberalismo econômico defendido de maneira enfática por boa parte dos economistas e instituições multilaterais não tem boa acolhida no Brasil. Com a aproximação das eleições, o debate em torno do tema pelos candidatos é pobre.

É o que diz a economista Monica De Bolle em sua coluna na revista Época. Ela diz que dividir a discussão em tribos –de um lado defensores do Estado e, de outro, os do livre mercado– é reducionista e leva ao erro.


VOLTAR PARA O ESTADÃO