25.10.2018 | 09h08

Liberação de armas divide base?

Uma das principais bandeiras do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), a liberação das armas, rachou sua base de apoio. A frente evangélica pediu ajuda ao ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, para intermediar acordo com os apoiadores do projeto.

O deputado Alberto Fraga (DEM), líder da bancada da bala, diz que está disposto a conversar, mas não abre mão do porte na zona rural nem da anistia para quem tiver arma e se dispuser a recadastrar no governo, informou a Coluna do Estadão.


VOLTAR PARA O ESTADÃO