28.05.2018 | 09h03

Léo Pinheiro pode delatar

A Procuradoria-Geral da República deu sinal verde para a delação de Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, preso desde 2016 como consequência da Lava Jato. O Globo teve acesso aos documentos e afirma que 14 políticos do MDB, PSDB, PT, PP e DEM são citados.

Detalhes sobre o acordo estão em negociação com a equipe da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba. Em 2016, sob comando de Rodrigo Janot, a PGR havia suspendido as conversas com o executivo após um vazamento.


VOLTAR PARA O ESTADÃO