31.08.2018 | 19h15

‘Lei da Ficha Limpa não foi golpe’

Relator do pedido de registro do ex-presidente Lula como candidato à Presidência da República, o ministro Luís Roberto Barroso defendeu a Lei da Ficha limpa no plenário do TSE. Barroso deixou claro: “A Ficha Limpa não foi golpe”, ao contrário do que defendem alguns militantes favoráveis ao petista.

“Ela (a Lei da Ficha Limpa) foi fruto de grande mobilização popular em torno do aumento da moralidade e da probidade na política. Foi o início de um processo profundo e emocionante na sociedade de demanda por patriotismo”, disse. Avisou também que a Corte não está ali reunida para decidir sobre “a culpabilidade ou não do ex-presidente Lula” nem em julgar seu legado político.


Mais conteúdo sobre:

Luís Roberto BarrosoLulaTSE
VOLTAR PARA O ESTADÃO