20.11.2018 | 08h52

Lei da Ficha Limpa ameaçada

Coordenador da Força Tarefa da Lava Jato, o procurador Deltan Dallagnol não esconde sua preocupação com a possibilidade de o Senado votar hoje mudanças que enfraqueçam a Lei da Ficha Limpa. A proposta diz que as penas previstas na lei só podem ser aplicadas a casos de condenação após a entrada da norma em vigor, em junho de 2010. E também reduz o prazo de inelegibilidade de oito anos para três.

“Urgente. Fichas sujas buscam hoje limpar sua ficha mudando a Lei da Ficha Limpa. Seria um tremendo retrocesso. A quem interessa? O projeto é do Senador Dalirio Beber (PSDB) de Santa Catarina”, postou Deltan na sua conta no Twitter, criticando a proposta. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

Ficha LimpaDeltan DallagnolLava Jato
VOLTAR PARA O ESTADÃO