23.05.2018 | 14h10

Legado da Copa em Pernambuco

Mais um processo que investiga governadores foi despachado do Supremo Tribunal Federal para instâncias inferiores com base na decisão da Corte de restringir o alcance do foro privilegiado.

Paulo Câmara (PSB), de Pernambuco, assim como o prefeito de Recife, Geraldo Júlio (PSB), o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), e o deputado Tadeu Alencar (PSB) são investigados por suspeita de receber propina na construção do estádio Arena Pernambuco. O caso agora está nas mãos do STJ.


Notícias relacionadas

Mais conteúdo sobre:

paulo câmaraPSB
VOLTAR PARA O ESTADÃO