10.03.2019 | 09h29

Lava Jato prende mais políticos que empresários

Levantamento feito pelo repórter especial Marcelo Godoy do Estadão dos 89 processos da Operação Lava Jato na 13.ª Vara Criminal de Curitiba mostra que há mais prisões de políticos do que de cabeças de núcleos empresariais. A operação lá mantém 11% de seus 426 denunciados na cadeia. São 47 os acusados presos preventivamente ou em razão de condenação em 2.ª instância que cumprem pena no Paraná, São Paulo, Rio, Bahia e Distrito Federal.

Até agora, a procuradoria fez 183 acordos de delação, a maioria de empresários e operadores financeiros que ajudaram a desbaratar o esquema que desviou R$ 6 bilhões da Petrobrás. Foram tantos acordos que há processo em que todos os réus viraram delatores. Essa é a principal razão de a maioria deles já estar em liberdade, ou em casa com tornozeleira eletrônica.


Mais conteúdo sobre:

Lava Jato
VOLTAR PARA O ESTADÃO