10.03.2019 | 17h42

Lafer: ‘Chanceler se unge da lembrança de Torquemada’

O ex-chanceler Celso Lafer foi questionado pela Folha se a recente demissão do embaixador Paulo Roberto de Almeida do Itamaraty pode ser comparada à era da Lei da Mordaça, que restringiu manifestações públicas de diplomatas, em que ele chefiava o ministério.

“O que está ocorrendo agora é uma espécie de vocação inquisitorial, onde aparentemente o chanceler se unge da lembrança de (Tomás de) Torquemada, um grande inquisidor (do século 15)”, respondeu.


VOLTAR PARA O ESTADÃO