25.05.2018 | 08h50

Justiça eleitoral com escolta

No Rio, o procurador regional eleitoral responsável por pedir impugnação dos fichas-sujas, Sidney Pessoa Madruga, anda com escolta Secretaria de Segurança Institucional do Ministério Público Federal (MPF) após ameaças associadas a milicianos, informa o Globo.

De acordo com investigadores, os milicianos não terão candidatos próprios para a eleição de outubro, mas devem apoiar nomes ligados ao esquema. O ministro da Segurança, Raul Jungmann, já falara do risco de haver uma bancada estadual de milicianos para a disputa de outubro.

 

 

Mais conteúdo sobre:

Sidney Pessoa Madrugamilícia
VOLTAR PARA O ESTADÃO