07.09.2018 | 14h24

Jungmann fala em ‘lobo solitário’

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou nesta sexta, 7, não ser “possível excluir motivação política em relação ao atentado” contra Jair Bolsonaro, ocorrido na quinta, 6, em Juiz de Fora (MG). Um homem, autor confesso do crime, está preso.

No entanto, Jungmann indicou que “o que se trabalha basicamente é com um ato isolado, o que se pode chamar de lobo solitário”.

 

 

VOLTAR PARA O ESTADÃO