23.02.2019 | 12h31

Juízes criticam proposta da reforma da Previdência

A Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) não gostou nem um pouco da proposta de reforma da Previdência. Em especial do aumento da alíquota para até 22% na contribuição previdência dos servidores, para quem ganha salários acima de R$ 39 mil (hoje a alíquota é de 11%). Em nota assinada pelo presidente da entidade, Jayme de Oliveira, a AMB diz que alíquotas fixadas são “confiscatórias” e que, mesmo aprovada pelo Congresso, “dificilmente sobreviverá ao crivo do Judiciário”.  Um dos principais receios do governo é que a reforma seja “judicializada”. As informações são do Blog do Fausto.


Mais conteúdo sobre:

AMBreforma da previdência
VOLTAR PARA O ESTADÃO