27.07.2018 | 16h35

‘Judiciário é cobrado pelo que acerta’

Na contramão de seus críticos, a ministra Cármen Lúcia afirmou nesta sexta, 27, que “o Poder Judiciário tem sido muito mais cobrado pelo que ele acerta”, em evento a empresários no Rio, informa o Estadão.

O professor Conrado Hübner Mendes afirmou em sua coluna hoje na revista Época que “o STF incomoda mais pelo que faz mal. São seus defeitos, não seus méritos, que o tornam vulnerável”.


Notícias relacionadas

Mais conteúdo sobre:

Cármen LúciaSTF
VOLTAR PARA O ESTADÃO